jusbrasil.com.br
10 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Rapper da Jordânia processa premiê de Israel por vídeo de campanha

    Reuters Brasil
    Publicado por Reuters Brasil
    há 4 anos

    Por Maayan Lubell

    JERUSALÉM (Reuters) - Um grupo jordaniano de hip-hop entrou com uma ação legal contra o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e seu partido Likud depois que uma de suas canções foi usada em um vídeo de campanha para a eleição israelense do mês que vem.

    Firas Shehadeh, fundador do grupo Turabyeh (“Da Terra”), solicitou um mandado de segurança ao Tribunal Distrital de Haifa na segunda-feira afirmando que a canção foi usada sem permissão, disse Iyad Jubran, advogado do grupo, à Reuters.

    “Eles ficaram chocados com a falta de vergonha e o roubo descarado do Likud”, afirmou Jubran, que atua em Israel.

    Representantes do Likud e de Netanyahu se recusaram a comentar.

    A canção, chamada 'Gorbeh' (Alienação), está sendo veiculada em um vídeo de 40 segundos disponível na página de Netanyahu no YouTube.

    O vídeo, com o título “Nós ou Eles, versão do Estado Islâmico”, mostra quatro homens vestidos como militantes da facção radical dirigindo em um terreno arenoso. Em certo momento, o motorista para e pergunta ao condutor de um carro próximo, em hebreu com sotaque árabe: “Como chegamos a

    Jerusalém, irmão?”

    O condutor israelense responde: “Vire à esquerda.”

    A mensagem parece ser a de que, se a centro-esquerda derrotar o partido direitista de Netanyahu na eleição parlamentar do dia 17 de março, o Estado Islâmico irá acabar tomando o poder.

    Shehadeh disse ter sabido do vídeo por amigos no sábado, pouco depois de o clip ser publicado.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)